Treino de Alta Performance. Entenda o que é!

Atualizado: Jul 20



Muitas pessoas associam as palavras treino e academia com musculação. É como se existisse apenas essa maneira de se exercitar e ter um ótimo condicionamento físico.


É claro, que a musculação é muito importante e tem o seu papel dentro do campo da atividade física, mas hoje, quero falar um pouco sobre outro treino igualmente importante e que precisa ser melhor esclarecido: o TREINO DE ALTA PERFORMANCE.


Esse tipo de treinamento, diferente do que muitas pessoas imaginam, não é destinado somente a atletas e pessoas que praticam uma atividade física regularmente. Ele cabe muito bem para pessoas iniciantes dentro da atividade física, já que sua base, é treinar força, condicionamento aeróbico, condicionamento metabólico, potência e o aprendizado de novas habilidades.


Mas antes de explicar a quem é destinado, quero esclarecer o que é o treino de alta performance:


Trata-se de um conjunto de exercícios que engloba elementos específicos destinado a determinado esporte que a pessoa realiza, como corrida, lutas, escalada, etc... A academia entra nesse circuito como um complemento, mas no treino de alta performance, existem rotinas especificas condizentes com o esporte ou atividade praticada pela pessoa.


Nota-se que usei pessoa – de maneira ampla – pois esse sistema não é apenas atletas, pessoas “comuns” que querem apenas levar uma vida mais saudável ou até mesmo aprender como a mente de um atleta pode ajudar em negócios (no caso de empresários), nesses casos eu ainda indico os treinos de alta performance.


Mas ok – você deve estar se perguntando – para que uma senhora de 60 anos, precisaria de um treino assim se as atividades diárias dela envolve, por exemplo, ir ao mercado ou a feira?


Se olharmos a atividade completa, vamos encontrar um ponto importante: na volta para casa ela retorna com sacolas de compras... e aposto com você que essas sacolas estão pesadas.


No caso desta senhora, a alta performance ajuda ela a realizar essa tarefa com o mínimo de esforço ou cansaço.


Tenha em mente uma coisa: A pessoa que tem a capacidade de resistir a uma atividade com a menor margem de cansaço possível, está aumentando a sua performance.


E podemos encontrar muitos outros exemplos; qualquer atividade que você realize no dia a dia, por mais natural que seja (como sentar e se levantar do sofá) pode ser melhorado para que a pessoa não sinta dores ou prevenir lesões durante atividades simples do cotidiano.


Melhorar o padrão de movimentos naturais de uma pessoa faz com que ela seja mais eficiente e consequentemente tenha qualidade de vida.


Agora para atletas esse treinamento é a base do aumento do seu rendimento no esporte que você faz, como nas corrida, mesmo você sendo um atleta de final de semana, você trabalha com metas e datas das provas. Portanto o seu treino é baseado em resultado com uma data fixa (o dia da prova), então a você precisa estar no pico da sua performance nessa data, o treino vai fazer você elevar as capacidades necessárias para estar 100% na data da prova.


Mas por que afinal de contas estou trazendo esse tema para a mesa?


Por que vou começar uma série de conteúdos sobre treinamento de alta performance e gostaria muito que todos participassem. Ele é adaptado para que qualquer pessoa realize e tenha qualidade de vida e ganho de desempenho.


Espero que tenha esclarecido essa questão do treinamento de alta performance e conto com você no próximo treino.


Ah...e não se esqueça


ESTOU DE OLHO NO TREINO DE VOCÊS!


Texto revisado por: Rafael Denari

0 visualização

© 2023 por M.A.S.